Música

Chico Pinheiro e a Música

A relação de Chico com a música começa ainda na infância, como apreciador e entusiasta das canções brasileiras. Nos anos 1980, já como jornalista profissional em plena atividade Chico Pinheiro passa a trabalhar na Quilombo, produtora que cuidava da carreira de Milton Nascimento onde teve a oportunidade de conhecer e estabelecer estreitos laços de amizade e identificação com importantes figuras da cena musical do Brasil. Nesta mesma época editou também o jornal Trem Azul, da Quilombo, que tinha como colaboradores os amigos Fernando Brant, Tavinho Moura e Gonzaguinha.

Com o programa Espaço Aberto e posteriormente com o Sarau na Globo News, Chico pôde novamente unir o jornalismo à paixão pela música, produzindo um dos maiores acervos de entrevistas musicais do Brasil, respeitado e admirado pelos incontáveis amigos entrevistados, de Bituca aos Titãs, passando por Jorge Ben, Raimundo Fagner, Ivan Lins e muitos outros nomes fundamentais de nosso imaginário musical.

Além disso, desde 2003, Chico narra e comanda a transmissão do desfile das Escolas de Samba de São Paulo e do Rio de Janeiro (2010 e 2011) ao lado de comentaristas, carnavalescos e sambistas. Trabalho que se inicia nas visitas aos barracões das Escolas de Samba e finaliza do Estúdio Globeleza, na apresentação dos desfiles.

Saiba mais:

Chico Pinheiro e o Jornalismo

contato@saraudochicopinheiro.com.br