1/09_O Ballet do Grande Circo Místico

Por:Sarau do Chico Pinheiro
Música tem História

01

set 2016

No ano de 1938 o poeta alagoano Jorge de Lima publicou o poema “O Grande Circo Místico”. O texto, que é parte integrante do livro “A Túnica Inconsútil”, é inspirado em uma história passada na Áustria, que trata da família proprietária do Grande Circo Knieps, e da relação de um aristocrata e uma acrobata.

Pois bem, passados alguns anos da publicação, o grupo teatral paranaense Ballet Guaíra decidiu montar um espetáculo a partir de “O Grande Circo Místico”, e convidou ninguém menos que Chico Buarque e Edu Lobo para se encarregarem da trilha sonora da peça. O resultado, como era de se esperar, foi incrível, e originou um dos grandes discos da música brasileira. Intitulado “O Grande Circo Místico”, o álbum trouxe canções e interpretações definitivas, como a faixa que conta com Milton Nascimento cantando “Beatriz”, ou ainda a canção “A História de Lily Braun” na voz de Gal Costa.

Neste 1 de setembro, nos interessa no entanto uma outra canção, também composta para a peça e lançada no disco “O Grande Circo Místico”, intitulada “Ciranda da Bailarina”. De autoria de Chico e Edu, trazemos ela para o nosso Música Tem História para lembrar o Dia da Bailarina e do Bailarino, que é celebrado hoje.

Fica a dica para conhecer ou relembrar a “Ciranda da Bailarina”, e também todo o disco, uma obra prima da música brasileira composta e tocada por gigantes da nossa música.

Abaixo temos a música na voz de Chico Buarque, acompanhado pelo violonista Luiz Cláudio Ramos e em seguida interpretada por Adriana Calcanhoto.


Comentários

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comente com o Facebook

Compartilhe:

contato@saraudochicopinheiro.com.br